geral@quintanevesmartinsbarata.pt

272 247 730

Notícia Reconquista


Lentiscais: Residência Sénior tem projeto abrangente para a região

A empresa Neves Martins Barata – Apoio Social, Lda apresentou publicamente na passada segunda-feira, dia 21, o seu projeto de cariz social que atualmente desenvolve na localidade de Lentiscais. Uma Residencial Sénior, com capacidade até 50 utentes e que está a criar 35 postos de trabalho diretos e indiretos, dá corpo a um avultado investimento na área do apoio social criado de raiz naquela anexa da Freguesia de Castelo Branco.

Manuel Martins e Hélder Martins, administradores, e Ana Carrega, diretora técnica, explicaram que a escolha de Lentiscais foi efetuada propositadamente, pela intenção de “criar no interior do país e mais precisamente nesta freguesia (poderia ter sido noutro local e noutro concelho) um projeto que é uma aposta diferenciadora e geradora de riqueza em termos locais e regionais”.

Trata-se de um espaço amplo com mais de dois mil metros quadrados de área de construção, dividido entre um edifício central e cinco casas individuais, paisagisticamente bem enquadrado e implementado num local sobranceiro à aldeia (à entrada da mesma por parte de quem vem de Castelo Branco) num terreno com uma área de seis hectares.

Manuel e Hélder Martins sublinharam como investidores a vertente sonhadora que lhe está inerente. O pai, Manuel, viveu mais de 40 anos em França e, como realça, “sempre tive esta visão de fazer alguma coisa aqui em Lentiscais que contribuísse para o desenvolvimento da terra e, felizmente, conseguimos concretizar o que tinha em mente”. O filho, Hélder, reitera que “sonhar é a nossa missão” e fala do projeto residencial sénior como “o colmatar de um vazio em termos de apoio social a idosos que existia neste território”.

Dois anos depois dos primeiros passos dados nesse sentido, o sonho virou obra feita. E, se nos quartos que disponibilizam para utentes, há quatro destinados a casos de urgência social para habitantes locais, o projeto que ergueram permitiu também a chegada da fibra ótica à localidade. Ema Neto, da PT Empresas (Altice), testemunhou isso mesmo, foi a Neves Martins Barata que disponibilizou a fibra ótica à aldeia.

Os administradores consideram também este passo como “um apoio muito importante a Lentiscais, onde, por exemplo, o local onde o médico que vem de quinze em quinze dias prestar serviço à população não tinha internet, até agora”.

Ana Carrega, por seu lado, guiou os presentes pelo espaço, explicando as diferentes valências do mesmo e sublinhando “todo o cuidado que foi colocado no empreendimento, desde a fase de planeamento e construção até aos serviços de alta qualidade”. Utentes temporários, permanentes e turismo sénior estão entre as modalidades disponibilizadas, esta última apenas ao nível das cinco residências autónomas da instituição.
Outro dos aspetos que fez questão de frisar prende-se com a abertura à comunidade da região dos serviços e atividades que promovem. Piscina, gabinete médico, enfermagem, fisioterapia e educação física estão entre essas atividades a que a população poderá aceder através de um sistema (Cartão de Amigos da Quinta) que já está a ser implementado.
Sistema esse que também agrega um conjunto de outros parceiros na região e que em rede permite o acesso a diversos serviços. “Não queremos ser um lar apenas de chegada, queremos ser um ponto de chegada e de partida, aberta a todos, sem descurar também uma vertente cultural que em breve estará também ao serviço de todos”, assevera a administração.

Hélder Martins, numa perspetiva mais a médio prazo, revelou ainda que a empresa tem em vista a abertura de um restaurante próximo e de uma loja de produtos locais e regionais que ajudarão a dar corpo a todo o projeto numa dinâmica de desenvolvimento sustentável.

 


Partilhar: